Resenha - Anna e o Beijo Francês

Nome: Anna e o Beijo Francês
Autora: Stephanie Perkins
Editora: Novo Conceito
Páginas: 288

 Anna Oliphant não está nada entusiasmada com a ideia de se mudar para Paris, já que seu pai, um famoso escritor norte-americano, decidiu enviá-la para um colégio interno na Cidade da Luz. Anna prefere ficar em Atlanta, onde tem um bom emprego, uma melhor amiga fiel e um namoro prestes a acontecer. Mas, ao chegar em Paris, Anna conhece Etiénne St. Clair, um rapaz inteligente, charmoso e bonito. Só que Etiénne, além de tudo, tem uma namorada... Anna e Etiénne se apaixonam e as coisas ficam mais complicadas. Será que um ano inteiro de desencontros em Paris terminará com o esperado beijo francês? Ou certas coisas simplesmente não estão destinadas a acontecer? Stephanie escreveeu um romance de estreia divertido, com personagens espirituosos que garantem dedos formigando e corações derretendo.

 Eu já comentei sobre esse livro na postagem na postagem Primeiros Parágrafos - Anna e o Beijo Francês, onde eu mostrei a vocês o começo do livro, que eu gostei muito. Pra começar, eu adoraria estudar um ano fora, e não ficaria reclamando como Anna fez. Eu sei que nem todo mundo é momo eu e gosta de mudanças radicais, mas eu acho que muitas pessoas ficariam animadas com essa ideia, não é mesmo? Tudo bem que é ruim deixar tudo para trás: amigos, família, amores... mas esse livro é uma prova que você sofre por isso só no começo, e que depois de um tempo esse outro lugar pode se tornar um lar pra você também! O cenário não poderia ser mais perfeito: Paris, a cidade do amor. A autora conseguiu caracterizar bem os lugares por onde Anna passa, fazendo com que você se sinta em Paris. Antes de ler esse livro eu não tinha muita vontade de ir para a França, mas agora eu quero muito conhecer!
 Se Stephanie não colocasse um nome no pai de Anna ele poderia perfeitamente ser o Nicholas Sparks: escreve histórias românticas, que sempre tem alguém com alguma doença terminal e a maiorias dos seus livros já viraram filme. Eu acho que a autora pensou em Nicholas enquanto escrevia.

 Uma coisa que eu achei estanho é que o livro cita muito a mecha loira que Anna tem, algo que a garota da capa não tem. Outra diferença da garota da capa para Anna é que Anna tem os dentes da frente separados. Eu gostaria que aparecesse o rosto de St. Clair também na capa, para eu poder imaginar ele melhor. Mas eu acho essa capa linda, e o livro fica lindo na estante por conta de sua lombada, que tem a Torre Eiffel. A edição da Novo Conceito é boa, eu não encontrei muitos erros.

O que eu achei legal dessa história é que ela conta um romance como ele realmente acontece. Não é como em alguns livros, onde os personagens se olham, se apaixonam, se beijam e tem filhos só no primeiro capítulo. Nesse livro Anna e Etiénne vão se apaixonando aos poucos. Eles se tornam amigos, depois melhores amigos... e as coisas vão esquentando.. Eu até achei que demorou um pouco para que eles dessem o primeiro beijo, e que teve MUITAS oportunidades para esse beijo ter rolado antes!

 "Por que as pessoas certas nunca ficam juntas? Por que as pessoas têm tanto medo de sair de um relacionamento mesmo sabendo que não é um relacionamento bom?" - Pág. 206

O livro aborda vários assuntos. Romance, amizade, ciumes, brigas, falsidade, mentira, conflitos familiares.. A leitura é leve e agradável, enquanto eu não terminei e vi no que essa história ia dar eu não sosseguei. A autora conseguiu dividir bem as coisas, mas teve coisa que ela colocou no livro que eu acho que não era necessário, mas eu não vou comentar aqui pois eu não quero contar coisas do livro para quem não leu...

E eu dei quatro estrelas pois não foi um dos melhores livros do ano, mas foi uma leitura agradável, e eu posso dizer que esse livro está entre os meus favoritos! :) Recomendo para quem gosta de um bom romance e dar algumas risadas!


Espero que tenham gostado. Não esqueçam de comentar e seguir o blog >>

Um beijo francês pra quem quiser! ;)

5 comentários:

  1. Oie :)

    Todas as resenhas que leio desse livro são super positivas a sua foi mais nem tanto , eu adorei sua sinceridade muito bom ! É meus parabéns pela resenha e tudo de bom .

    euvivolendo.blogspot.com ( comenta lá :D )

    ResponderExcluir
  2. Concordo com o Gabriel, eu mesma sou completamente apaixonada pelo livro, mas adorei sua sinceridade.
    Um beijo.
    http://livrodagarota.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Já eu... srsrs
    Não gostei muito do comecinho não... Achei ele meio enrolado...
    A autora parecia ter dificuldade de passar a fala (ou eu tinha dificuldade de perceber que ela passou a fala pra outro personagem no mesmo parágrafo....
    Gostei muito não do começo...
    Tô no meinho do livro e estou gostando mais agora...
    E pedi o livro pra ver exatamente se o pai da Ana era o Nicholas!! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    A lombada do livro é maravilhosa mesmo... *-*

    ResponderExcluir
  4. Eu achei aquela parte do dia de ações de graça beeeeem Harry Potter!
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    E aconteceu o que eu sempre sonhei que ocorresse em Harry Potter... *-*

    ResponderExcluir
  5. A novo conceito tem esse defeito de não representar bem o livro na capa, infelizmente...

    ResponderExcluir

Gostou? Comente: